quinta-feira, 20 de abril de 2017

Baleia Azul - O Jogo que Ninguém Ainda Entendeu

Distúrbio depressivo maior (DDM) ou transtorno depressivo maior, conhecido simplesmente como depressão, é um distúrbio mental caracterizado por pelo menos duas semanas de depressão que esteja presente na maior parte das situações. É muitas vezes acompanhado de baixa autoestima, perda de interesse em atividades de outra forma aprazíveis, pouca energia e dor sem uma causa definida.

Lido isso acima, você pode tomar dois caminhos: o primeiro é o de levar a coisa a sério e tentar resolver o problema, a outra, simplesmente se refugiar no bom e velho "é modinha".

O até então desconhecido jogo Baleia Azul , criado na Rússia, está demonstrando claramente o quanto nós brasileiros desconhecemos sobre o assunto, ou o quanto simplesmente preferimos não se importar com o assunto.

Neste jogo, jovens são convidados a realizarem desafios escolhidos por "mentores" que administram o tal jogo. Os desafios são os mais variados, desde assistir filmes de terror a noite sozinhos, até a marcar o corpo com facas ou tesouras.

Mas o último desafio, é o suicídio.

Na Rússia, o caso veio à tona quando três jovens se suicidaram, e deixaram pistas em suas páginas de rede social. A principal: uma delas postou a foto de uma baleia azul junto com a palavra FIM.

As autoridades russas então acabaram descobrindo essa terrível ferramenta virtual.

Após isso, suspeita-se que o jogo tenha sido responsável por mais de 130 mortes entre Novembro de 2015 e Abril de 2016. Claro, as autoridades não confirmam.

A verdade que assusta e muitos querem negar, é que este jogo pode existir a mais tempo do que se imagina e talvez já tenha sido responsável por um número ainda maior de mortes.
Na realidade, o que realmente assusta são algumas coisas que podemos pensar se deixarmos a ignorância de lado. Vamos a algumas delas:
1 - Se os criadores do jogo conseguiram "voar abaixo do radar" e permanecer tanto tempo desconhecidos pelas autoridades, trata-se de um grupo profissional e que sabe o que está fazendo.
2 - Quando alguns órgãos de imprensa tentaram entrar em contato com "mentores" do grupo, receberam uma ou duas missões, e logo foram descartados e nunca mais respondidos. O que pode significar que eles sabem identificar possíveis vítimas potenciais e sabem descartar aqueles que não servem ou que podem colocar em risco seu trabalho.
3 - Eles ameaçavam jovens que tentavam desistir, roubando informações dos próprios computadores das vítimas ou usando a própria Internet para buscar informações sobre a vítima. Eles através da rede social descobriam nomes de pais, irmãos, etc. e depois através de páginas como SPC, SERASA, Receita Federal, ( ou os órgãos equivalentes em outros países ), para chantagear as vítimas.

Estes são fatos a serem pensados e estudados.

FENÔMENO NO BRASIL
Infelizmente no Brasil um número enorme de pessoas vive na crença de que toda e qualquer situação se resolve com uma "frase forte e de efeito".
No caso em questão, quando se questiona o assunto de suicídio entre adolescentes, geralmente ouvimos: falta de apanhar, modinha, os jovens de hoje não querem saber de nada, mata-se quem quer, etc. É mais fácil dizer uma "verdade" fácil, do que encarar o assunto.

Tomemos um exemplo: se uma mãe sofre de depressão pós-parto e atenta contra a vida da criança ou contra a sua própria, o que você diria?
Que a depressão é um caso perigoso e deve ser diagnosticado e tratado, ou que a mãe não passa de uma "à toa" que se não queria filho por que engravidou?

Se um idoso é abandonado por seu filhos, filhas, noras, genros, netos e passa a morar vários anos sozinho, e acaba se matando enforcado, você diria que ele não aguentou a rejeição e depressão, ou diria de imediato "esse devia ser tão ruim que nem a família queria saber dele".

Cada caso tem sua particularidade, porque cada ser humano é um indivíduo único em meio a milhões e milhões de iguais.

Mas quando se trata de um jovem, jamais se importamos se ele demonstra isolamento social, tem poucos amigos, se sente diferente ou inferior aos seus colegas de escola, se prefere ficar sozinho em seu quarto ao invés de estar com seus amigos ou familiares. Resolvemos a questão com: "também, ficava jogando esse jogo violento, por isso fez essa bobagem".
E isto passa a ser uma verdade, mesmo que a estatística aponte que um número insignificante de jogadores de Doom saiam por ai matando ou cometendo suicídio. Você já resolveu a questão, se refugiando no seu mundo maravilhoso de frases fortes.

No fundo, nenhum pai gosta de encarar o fato de que seu filho possa não ser "normal", e que precise de um psicólogo ou psiquiatra.
Eles preferem dizer: isso é coisa de jovem, já passei por isso.
MAS NÃO! Nunca passou. Sequer sabe pelo que este jovem está passando.

Eu poderia ficar a vida inteira tentando escrever aqui, fatos, números, estatísticas que podem fundamentar o que estou tentando dizer, mas de nada adiantaria.

Alguns vão ler e chamar esse texto de "conversa fiada" e dirão que no tempo deles resolvia-se com uma surra ao invés de um psicólogo.

E é por isso que termino apenas dizendo:

É por isso que hoje seus filhos estão morrendo dentro de casa.

Porque você teve de seus pais disciplina, carinho, firmeza, orientação, auxílio, mas agora simplesmente na hora de repassar tudo isso ao seu filho, você prefere ao invés de ser pai e assumir suas responsabilidades, se refugiar na sua "frase forte":
No meu tempo eu resolveria com uma surra!

A culpa não é do jovem que não se interessa por nada.

A culpa é nossa, que não soube criar os filhos, o que não se importou com eles e agora se esconde da responsabilidade dizendo: eu não fui criado assim.

Uma pena.

terça-feira, 21 de março de 2017

Crise da Carne Fraca, Almoço com Carne Forte

Apesar do estardalhaço causado pelas notícias sobre as investigações da PF ( Polícia Federal ) nos frigoríficos do país, houve alguns que não perderam o apetite.
Entre eles o "presidente conduzido" Michel Temer.
Em um maravilhoso almoço com embaixadores de outros países, Temer foi até um restaurante que serve o tão conhecido churrasco!
Lá ele comeu até se empanturrar, sempre bem abastecido com o velho e bom vinho tinto.
Ele teria dito:
- Nada melhor que o bom e velho churrasco bem brasileiro!
O que ele não disse, é que o restaurante onde eles almoçaram só serve carne importada.
Sabe como é, né?
Por via das dúvidas é melhor não arriscar...

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Teoria Sobre Teori e sua Morte, algo a Temer?

Você pode até não gostar de Michel Temer, mas tem que admitir, ele mete medo.
Desde que ele foi incumbido pela classe política de livrar certo grupo de políticos da Lava-Jato, ele vem aterrorizando.
Há quem diga que ele lembra os antigos soviéticos que perseguiam seus desafetos pelo resto de suas vidas. O que em muitos casos acabavam misteriosamente cedo.
Um dos casos recentes foi o do cheque do milhão. Após Otávio Marques presidente da Andrade Gutierrez ter dito em Setembro de 2016 ter dado um milhão de reais a Dilma como propina, o juiz Sérgio Moro disse que tinha toda a convicção do mundo para incriminar Dilma
O problema é que Dilma provou que o cheque foi dado a Temer
Isso bastou para Otávio Marques mudar sua versão em Dezembro e disse que o dinheiro era doação legal
Ao ser questionado, Moro disse: "Propina? Que propina? Não tenho nada do Temer!".
E assunto encerrado.
Então surge o julgamento da chapa Dilma/Temer no STE.
Mas Temer vai a Lisboa para o velório do ex-premiê Mário Soares com Sarney e Padilha ( casa civil ).
E Temer inclui Gilmar Mendes na comitiva. Justo quem vai julgar esse caso.
Gilmar jurou que viajou para o velório também, mas ele não compareceu a cerimônia e foi visto tremendo, cambaleando e pálido. A justificativa: labirintite.
Temer e os amigos voltaram juntos para o Brasil deixando Gilmar em Portugal.
E agora, por coincidência, o avião que levava o ministro Teori Zavascki até Paraty, caiu.
Morreram além dele, o piloto, e o empresário Carlos Alberto Filgueiras presidente do grupo Emiliano, que era proprietário da aeronave.
Isso pouco depois que o ministro anunciou que homologaria uma delação com nomes de centena de políticos agora em Fevereiro.
Coincidência maior ainda ter morrido justo aquele ministro citado como o que atrapalhava a "estancar a sangria".
E como coincidência pouca é bobagem, um amiguinho do PSD que estava na sala de Temer horas antes da confirmação de que o ministro estava no avião, deu uma notinha sinistra no seu twitter.

O que pensar disso tudo?
Por via das dúvidas é melhor temer o Temer.

terça-feira, 15 de novembro de 2016

Que direito o que? Vai trabalhar!

Sempre quando escuto alguém dizer que existem tantos bandidos menores de idade porque criança não pode trabalhar, penso se a pessoa que diz isso gostaria de ver seus filhos recolhendo lixo para reciclagem.
Ou quem sabe, em uma fazenda de erva mate, uma carvoaria, ou em um semáforo vendendo balinhas
A resposta é sempre a mesma, claro que não.
Pessoas que dizem isso, geralmente, são aquelas cujos filhos só irão trabalhar após terminar a universidade.
Não que a criminalidade entre os menores não deva ser combatida, muito pelo contrário, apoio até mesmo a redução da maioridade penal.
Porém, criar um discurso medíocre como o de que "no meu tempo não era assim" tampouco resolve nada.
O que sabemos que existe ao menos no papel é:

Princípio I - À igualdade, sem distinção de raça, religião ou nacionalidade.
A criança desfrutará de todos os direitos enunciados nesta Declaração. Estes direitos serão outorgados a todas as crianças, sem qualquer excepção, distinção ou discriminação por motivos de raça, cor, sexo, idioma, religião, opiniões políticas ou de outra natureza, nacionalidade ou origem social, posição econômica, nascimento ou outra condição, seja inerente à própria criança ou à sua família.

O que na prática não significa nada.
Quando o texto da Declaração dos Direitos das Crianças diz sem distinção ou discriminação por motivos de raça, cor, origem social e posição econômica, cria um problema: como conseguir cumprir isso?
O que vemos hoje, é uma grande resistência da maior parcela da população a qualquer benefício concedido aos que estão incluídos nestas condições
No nosso Mato Grosso do Sul, a mídia local controlada pelos nossos velhos conhecidos, os fazendeiros, criaram a imagem do "índio bêbado e vagabundo". E basta uma pequena pesquisa nas ruas para descobrir que o povo aceitou essa ideia a ponto de repetir a cantilena de cor e salteado.
Sempre encontramos aqueles que são contra as cotas raciais em vestibulares, concursos, etc, sempre debaixo do argumento de que somos todos iguais e que deveria ser respeitada a meritocracia. Ironicamente são sempre brancos que defendem essa tese
Uns poucos negros que também são contra as cotas em geral já são formados, portanto o fim das cotas não os afetaria.
Já, os que se encontram nas classes sociais mais baixas já são de pronto taxados de "vagabundos que não querem trabalhar".
Agora pegue tudo isso que foi citado e tente encaixar uma criança nesse quadro.
Em uma sociedade onde o "ter" é mais valorizado que o "ser", como fazer uma criança entender que aquele papai noel que ele acredita, só vai a shoppings de helicóptero e nunca no mercado da esquina?
Como faze-lo entender que ele nunca vai correr em um gramado verde debaixo da chuva em direção ao pai e receber um abraço, simplesmente porque quando seu pai chega do trabalho ele já está dormindo? E que quando chove, é melhor não sair de casa por causa dos deslizamentos ou enchentes?
A sociedade prega que você só é feliz se puder ter essa ou aquela roupa, que a vida tem mais cor quando você tira uma foto com o tipo certo de celular.
Então a criança descobre que seus pais nunca lhe darão o que a sociedade exige que ele tenha para ser alguém
Só restam duas saídas:
Largar a escola e ir catar coisas no lixão para ajudar em casa.
Ou aceitar aquela arma do chefe da quebrada e tomar a força aquilo que ele quer e acredita que a vítima tem sobrando.
Se não chegar a morrer ou ser apanhado, um dia mate alguém. Quem sabe?
No fim, sairia bem mais fácil apagar aquele trecho da Declaração, ou rasgar o papel de uma vez.

Mas quem sabe se assistirmos ao criança esperança ou ao teletom não acreditemos que o mundo já melhorou?

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Halloween do Saci

TEXTO DE GIORDANO NONATO GOMES
( nome fictício )

Chegou a hora de comemorar o Halloween!
Festa gringa? Americanismo?
Sim.
Por que não?
Alguns comunistas acostumados a dar valor exagerado a uma cultura que não representa o gosto popular, querem nos ver comemorar o dia do Saci.
Qualquer pessoa com o mínimo de sabedoria ocidental judaico-conservadora sabe o que representa o Saci para esses crápulas marxistas.
Com origem no pessoal separatista rio-grandense que delirava com as doutrinas comunistas de Comte, a figura do Saci, significava revolta, negação da meritocracia e tentativa de romantizar a vadiagem e a vagabundagem.
Com o fim do movimento comuna no sul, este herói imaginário ficou esquecido.
Mas tempos depois voltou a cena repaginado!
Agora negro e com uma boina de Guevara na cabeça
E o que ele faz?
Invade propriedades rurais para fazer suas "fanfarronices".
Sempre vagabundo, inimigo do trabalho, sustentado por cotas e bolsas que os bolivarianos lhe concedem.
Não é de se assombrar se o encontrarmos invadindo alguma escola para protestar contra um governo legítimo, buscando benefícios para os tais "professores", que além de já terem vários deles, a ponto de quebrar o estado, ainda se acostumaram a trocar o trabalho pela mentira de "formar no aluno senso crítico". Na verdade tentam doutrinar os jovens no comunismo.
Eles sabem que o comunismo defende os parasitas.
Nas palavras de Nietzsche: "o engenheiro constrói, o médico cura, o soldado luta, e o professor? Além de impedir que a pessoa aprenda direto com quem tem notório saber, ainda lhes rouba benefícios.".
Vamos sim, comemorar o Halloween!
Vamos trocar o Ogum socialista pelo São Jorge! O vadio pelo herói militar!
Chega de Saci.
Saci perdeu a perna vadiando, e ainda reclama do sistema de saúde
E agora se nega a trabalhar com uma perna só, se auto-denominando vítima da sociedade.
Vai para Cuba, Saci!
Mas quando voltar me traga uma caixa de charutos

Viva o Halloween!

quarta-feira, 20 de abril de 2016

Um Amor para ( Não ) Recordar

De um lado, um homossexual assumido, de outro um potencial homossexual enrustido.
De um lado um baiano, do outro um campineiro. Mas ambos deputados pelo Rio de Janeiro.
Ambos com discursos sempre ofensivos e emocionantes, ambos sem projetos de verdadeira utilidade em suas legislaturas.
Ambos sempre seguidos por pessoas que ao invés de colocarem seus próprios cérebros para funcionar, preferem se espelhar em qualquer outra pessoa no mundo.
O que separa, e o que une Bolsonaro de Wyllys?
Definitivamente nada!
Definitivamente tudo!
JEAN "GUEVARA" WYLLYS
Em Agosto de 2011, a revista Rolling Stones ( edição 59 ) trouxe uma imagem polêmica. Ninguém mais, ninguém menos que Jean Wyllys vestido como um "Che Guevara" moderno.
Muitos desmiolados e críticos do deputado, que sequer leram a edição da revista, iniciaram uma cruzada mentirosa, dizendo que Wyllys defendia Che pelas suas ideias socialistas, mas que desconhecia o fato de que Che mandava fuzilar homossexuais.
O que esses críticos mentirosos não previam, é que as pessoas podem pensar por si próprias ou até mesmo pesquisar na Internet a revista e ler o que ele falou.
A revista Rolling Stones tem uma mania ( desnecessária ) de transformar seus entrevistados em personagens históricos.
Wyllys escolheu Che, justamente pelo fato de ele ser um revolucionário "machista" e o fez justamente para criar na mente do leitor a imagem inversa. Se Che é a cara da moeda, Wyllys seria a coroa.
O que enoja em Wyllys é o fato de que os argumentos morrem no momento em que ele é contrariado. Mesmo ele sendo muito bom em argumentar seus pontos de vista ( mesmo que muitas das vezes absurdos ), ele se faz de vítima o tempo todo, quando questionado.
Basta discordar de uma de suas ideias que ele usa o argumento da homofobia, do machismo, do fascismo e outros tantos ismos e fobias que chega a parecer uma criança mimada.
Sabe aquela criança que é pega fazendo algo errado e tenta se defender "delatando premiadamente" o irmão mais novo? Este é Wyllys.
JAIR "VILLAGE PEOPLE" BOLSONARO
Bolsonaro também é vítima de críticos que usam a manipulação de frases desconexas e trechos de entrevistas para mentir sobre ele e tentar transforma-lo em um "Hitler" moderno.
Isso se deve ao fato de que ele realmente muitas vezes fala coisas absurdas e idiotas que dão farta munição aos seus oponentes. Mas isso não dá a eles o direito de manipularem e mentirem, apenas mostra que eles são tão ou mais crápulas quanto Bolsonaro.
Bolsonaro demonstra um comportamento mimado e malcriado. Se é contrariado em algum ponto de vista, parte para os berros, gritos e ofensas.
E se quem discordar for uma mulher, então Bolsonaro "solta a franga" que existe dentro dele.
Seu ódio desenfreado contra mulheres e homossexuais deixa transparecer a famosa "homossexualidade reprimida".
Ele nitidamente esqueceu que já saiu do quartel, onde o sargento grita com o soldado e este não pode responder porque seria obrigado a "pagar" flexões para o macho alfa.
BOLSONARO VS WYLLYS

OS FATOS
O último capítulo desta novela romântica entre os dois se deu no dia da votação do impedimento da ex-presidente Dilma.
Bolsonaro era um daqueles que ficava em volta do microfone, igual criança chata que não respeita a ordem da brincadeira, gritando e berrando baboseiras.
Típico dele, claro, que faz de tudo para chamar à atenção para si, já que é carente de afeto que pode não ter tido na infância.
De repente vem Wyllys, todo chique com um trapo vermelho, parecendo criança cuidando da caxumba.
Ambos  se agridem, naquela troca de olhares apaixonados, onde as mágoas deixam transparecer toda a dor de um amor ferido.
Wyllys chega ao microfone.

Voltemos um pouco no tempo...

Bolsonaro já havia discursado e deixado mais uma de suas imbecilidades no colo de seus opositores.
Ele havia dedicado seu voto ao torturador, assassino, ex-comandante do DOI-CODI ( nada ) Brilhante Ustra.
Bolsonaro não se cansa de falar e defender asneiras. E o faz por um misto de burrice com arrogância.
Ele realmente acredita que ao fazer isso, humilha seus opositores, mas ao mesmo tempo consegue jogar contra ele mesmo milhares de pessoas.
Há algum tempo até mesmo eu acreditava que Bolsonaro era inteligente e irônico, mas o tempo mostrou que ao invés de inteligência, há somente ódio debaixo daquele cabelo penteadinho de lado de forma bem heterossexual.

Voltando a Wyllys...

Ele deu seu voto, e quando foi voltar para seu lugar, Bolsonaro ficou ali berrando e gritando, quando Wyllys se virou e deu uma ( pasmem ) cuspida na cara de Bolsonaro, que ficou parado e atônito.
FESTIVAL DE MENTIRAS
Logo após o final da votação, Wyllys fez sua defesa sobre os fatos.
Ele disse que Bolsonaro o havia xingado de "bixa", "veado", "boiola", e sei lá quais outros termos se usa para denominar um homossexual na linguagem informal.
Isso, somado ao fato da apologia ao crime e a tortura, praticados por Bolsonaro em seu voto, levou Wyllys a "cuspir" em protesto no deputado adversário.
Então aparece em cena, Eduardo Bolsonaro ( filho de Jair ), que tem em suas mãos um vídeo filmado por ele mesmo, onde mostra que seu pai não usou a linguagem informal que Wyllys alegou.
E ainda disse que ele, sendo um bom menino, jamais cuspiria em outro deputado.
Surgiu ainda um vídeo em que Wyllys teria dito a um aliado que "eu vou cuspir em Bolsonaro", o que provaria que ele premeditou o que faria e inventou sua defesa.
Mais uma vez, aparece outro vídeo, onde mostra Eduardo cuspindo em Wyllys logo depois que este cuspiu em Bolsonaro.
Pelo visto, Eduardo se valeu da manipulação de seu vídeo para defender o pai, e mentiu quando disse que não cuspiria em um deputado. Menino malcriado!
E pior, a TV Record descobriu que a premeditação de Wyllys não existiu. Ao seu aliado ele teria dito "eu cuspi em Bolsonaro", e o vídeo foi feito depois do fato ocorrido.
CONCLUSÃO FINAL
As siglas dos deputados ( PSC e PSOL ), já declararam que irão pedir a quebra de decoro parlamentar dos três deputados envolvidos, e até mesmo a cassação de seus mandatos.
Porém, analisando todo o ocorrido, o mais justo seria:
1 - Uma "moção de repúdio" ao deputado Jair Bolsonaro pela apologia a violência, ao dedicar seu voto a um ex-torturador. Não é passível de cassação, apesar de ser nojenta a atitude. Que seja dada uma reprimenda pública ao deputado, sob o risco de se ele usar de má fé, indo as redes sociais tripudiar em cima da moção, ai sim, seria iniciado um processo por quebra de decoro.
2 - Processo de quebra de decoro e cassação do mandato de Jean Wyllys. Mesmo que sua reação seja humanamente normal, não é passível de perdão, por causa do cargo que ocupa.
3 - Processo de quebra de decoro e cassação do mandato de Eduardo Bolsonaro. Não cabe aqui o argumento de que a "cusparada" tenha vindo em defesa do pai.

Se o conselho de ética realizar isso, será o primeiro passo para mostrar que comportamentos infantis, violentos e até mesmo ridículos não serão mais tolerados em um lugar de tão grande importância.
Se o impeachment for realmente levado a sério como dizem isso é o mínimo a ser feito.

Ou o país pode virar um paraíso para guerras de saliva por parte de militantes abestados e sem um mínimo de discernimento.

segunda-feira, 18 de abril de 2016

Cunha, o Nosso Querido Presidente

Dia 17 de Abril de 2016 será lembrado como o dia em que Eduardo Cunha assumiu a presidência da república.
Graças a seus esforços, a corrupção finalmente chegou ao fim, e agora com certeza dias melhores virão.
Ele tem o apoio do povo honesto deste país e da grande maioria dos deputados.
Claro, sabemos que o grupo corrupto liderado por Dilma, ainda tentará tumultuar, dizendo que houve golpe por parte de Michel Temer, mas é claro que se trata de desespero de causa.
Qualquer pessoa com um mínimo de inteligência sabe que Michel Temer acatará todas as ordens do novo presidente, pois ele conhece o poder de Eduardo Cunha.
Agora, como novo presidente da república, Cunha terá algumas situações para resolver o mais rápido possível para o bem do país.
Algumas atitudes serão feitas com o apoio da população, mesmo que sejam um pouco duras. Mas como diz o ditado, algumas vezes é necessário cortar na própria carne.
Algumas medidas serão polêmicas pois vai atingir em cheio parte da população corrupta que apoia projetos de "vagabundeamento" das pessoas, mas os honestos do país estarão dispostos a lutar ao lado do novo presidente para mudar o país, doa à quem doer.
TERCEIRIZAÇÃO
Umas das primeiras medidas do novo presidente Eduardo Cunha, será a terceirização dos empregos.
Esse projeto gera polêmica, porque a parte comuno-socialista mente descaradamente, alegando que a terceirização traria prejuízos aos trabalhadores.
Vamos analisar algumas vantagens da terceirização:
1 - Geração de empregos
Tomemos como exemplo os bancários. Muitos deles ganham em torno de R$ 3500,00. Com a terceirização, um banco poderia contratar uma empresa que pagaria o salário mínimo ( R$ 880,00 ) e teria 4 funcionários para realizar o trabalho de um.
Se você levar em conta que um bancário comum trabalha 6 horas por dia, a agências poderiam adotar o sistema de "12 por 36" para esses terceirizados.
Além de termos todos os dias 2 funcionários ao invés de um, os bancos teriam ainda um funcionamento nos sábados e domingos.
Caro que sabemos que as agências não abririam nos fins de semana, mas imagine você chegando em uma agência num domingo às 15 horas, e uma máquina não teria envelope para depósito. O que você faria?
O funcionário de "12 por 36" estará lá, e poderá repor os envelopes, e recolher os depósitos naquele mesmo dia.
2 - Melhora na qualidade do serviço
Há quem argumente que o trabalhador ganharia muito menos do que sistema atual, mas com certeza quem alega tal fato, é com certeza simpatizante de um sistema socialista que premia com salários enormes quem trabalha menos.
Neste momento o país precisa de pessoas que estejam dispostas a trabalhar para ajudar o país a crescer. Vale a pena ganhar um pouco mais, sabendo que isso criará de imediato 3 empregos diretos.
A sua empresa terá lucros e isso fará com que o empresário ganhe mais. Ele se sentirá mais motivado a melhorar as condições de trabalho de sua empresa, cobrando das terceirizadas a qualidade do serviço prestado. Isso não daria espaço para profissionais que não querem trabalhar sério, pois seriam substituídos por profissionais mais dedicados, sem gerar os encargos trabalhistas desnecessários que acabam desmotivando e empresário a demitir pessoas que prejudicam a qualidade do serviço.
Outra grande vantagem da terceirização é o fim dos concursos públicos que gera um gasto com funcionalismo público que leva a falência municípios, estados e até mesmo o país.
Terceirizando esses serviços o país estaria economizando milhões de reais todos os anos. E, principalmente, ajudando empresários de todas as áreas a gerar mais empregos.
REFORMA DA PREVIDÊNCIA
Quem já não se cansou de ver idosos simpatizantes do socialismo vagando sem rumo, apenas consumindo as economias do país?
Aumentar a idade para a aposentadoria, é de imediato uma solução para esse problema. Nossos avós lutaram na ditadura, contra a subversão comunista e com certeza deveriam servir de exemplo para os mais jovens.
O povo brasileiro com certeza para salvar o país, aceitariam de bom grado trabalhar um pouco mais em suas vidas.
Afinal, ninguém quer socialistas preguiçosos que se aposentam aos 60 anos, e passam a viver de "pedir lugar para sentar no transporte coletivo". Ainda mais sabendo que a expectativa de vida do brasileiro subiu para 75,2 anos.
A idade mínima para aposentadoria seria de 75 anos para o homem e 70 para a mulher, para receberem uma aposentadoria proporcional. Mas com a oportunidade de conseguirem um valor integral caso completassem 60 anos de contribuição.
É um preço pequeno a pagar para se salvar o país deste espírito "che guevariano" que anda tomando conta dos idosos, gerando despesas desnecessárias ao estado.
FIM DA OPERAÇÃO LAVA-JATO
A operação liderada pelo juiz Sérgio Moro já teve seu objetivo alcançado: tirar Dilma do poder. Levar adiante investigações contra deputados e até mesmo contra Eduardo Cunha, seria transformar essa operação em jogo político.
Tanto Cunha quanto os deputados citados na operação que votaram pelo afastamento da ex-presidente merecem o privilégio da anistia.
Entenda:

anistia
substantivo feminino
1.
esquecimento, perdão em sentido amplo.
2.

jur ato do poder público que declara impuníveis delitos praticados até determinada data por motivos políticos ou penais, ao mesmo tempo que anula condenações e suspende diligências persecutórias.

O povo brasileiro precisa entender que foi um ato de coragem destas pessoas desafiar a tirania da republiqueta comunista que foi instalada no país.
E devemos dar um voto de confiança a estes homens que resolveram dar um fim a corrupção que destruía o país. Todos sabemos que eles fizeram isso pelo bem do país, e que com absoluta certeza não cometerão mais estes pequenos deslizes morais do passado, e portanto devem ser perdoados para que eles possam reconstruir o país com honestidade, arrependimento genuíno e altruísmo.
FIM DOS PROGRAMAS SOCIALISTAS
Não há dúvida de que os programas socialistas criados por este governo comunistas tem de chegar ao fim.
Ninguém aguenta mais ver suas rendas retiradas para sustentar famílias de socialistas nordestinos e indígenas.
O fim destes programas somado as terceirizações, renderá aos cofres públicos milhões de reais, além de limpar de uma vez qualquer resquício de uma filosofia descabida de igualdade social.
Não dá mais para tirar riquezas do sul e sudeste, para sustentar um nordeste abarrotado de socialistas preguiçosos.
Não podemos mais permitir que famílias tradicionais sejam obrigadas a dividir as mesmas profissões com pessoas que nasceram em locais longínquos do país.
Parte do dinheiro economizado com o fim destes programas poderia inclusive ser usada para criar incentivos aos grande pecuaristas e agropecuários que lucrando mais, com certeza produziriam mais. E melhorariam as condições de trabalho de seus funcionários que são obrigados a trabalhar por muitas vezes sob a condição de escravos, porque seus patrões são obrigados a sustentar socialistas preguiçosos a ponto de quase não poderem bancar necessidades básicas de suas próprias famílias como viagens ao exterior, carros etc.
MUDANÇAS NAS LEIS TRABALHISTAS
Tentar controlar a relação trabalhador-empregador, é um dos erros do estado. Gerando gastos ao empregador e burocracia, cria-se obstáculos para se criar empregos.
O estado deve deixar que a relação entre o empregador e o trabalhador seja única e exclusivamente decidida nas convenções coletivas.
Tentar criar direitos exagerados como licenças paternidade, por exemplo, cria empecilhos para que o empresário possa ter lucro.
Colocando as decisões tomadas nas convenções coletivas acima das leis trabalhistas, facilita a vida do empregador.
Levemos em consideração uma negociação salarial. O estado não pode interferir na negociação e deve deixar a cargo do empregador e do empregado. Quem melhor do que o empregador para saber qual o reajuste o trabalhador merece. O empregador conhece sua empresa melhor do que ninguém.
Acabar com os sindicatos é outra grande alternativa. O empregador poderá em anos de crise, decidir congelar ou zerar o valor do reajuste salarial, para o bem do próprio empregado, evitando a falência de uma empresa.

GOVERNO DE TRANSIÇÃO
O último desafio de Eduardo Cunha, será realizar um governo de transição para o futuro presidente da república.
Para isso, ele terá de nomear ministros que estejam comprometidos com o fim da corrupção. Nomes com José Serra ( PDSB, partido que não possui nenhum corrupto comunista ), podem ser lembrados para a área da saúde.
Um nome para a chefia da casa civil, podeira ser do senador Aécio Neves, que teve todas as denúncias falsas contra sua pessoa devidamente arquivadas pela justiça e conta com forte apoio da população brasileira, sendo inclusive ovacionado durantes as últimas manifestações contra a corrupção.
Com a união do PMDB de Cunha e do PSDB, o país terá um crescimento vertiginoso, com o aquecimento da economia.
A imprensa terá um papel fundamental nesta transição, através de notícias positivas sobre o país, a fim de reerguer a estima do povo brasileiro e motivar a união de todos.
Deve-se tentar através de medidas judiciais a extinção de partidos considerados socialistas como PT, PSOL, PTB, PDT, PCdoB, PSB, PTC, PMN, PRP, PPS, PV, PTdoB, PP, PSTU, PCB, PRTB, PHS, PSDC, PCO, PTN, PSL, PRB, PR, PSD, PPL, PEN, PROS, SD, NOVO, REDE e PMB.
Unificar PSDB e DEM como uma só sigla, e como uma segunda opçao unificar o PMDB e o PSC, criando-se apenas duas siglas.
Uma de extrema direita e outra de direita moderada, evitando assim a escalada de políticos de esquerda.

Com todas estas atitudes, Eduardo Cunha terá com certeza apoio constante da população e qualquer manifestação contrária por parte de socialistas e comunistas, seja articulada no congresso, ou seja através de manifestações nas ruas, deve ser prontamente combatida.

Cunha, você tem nosso apoio.